05 julho 2017

"Lídio Neto"-Entrevista com Escritores(Maratona de Entrevistas)

Olá amadinhos! Como prometido a segunda entrevista da maratona, espero que gostem dessa programação especial da noite. Agora Vamos lá!


Lídio Neto, 21 anos, reside em São Paulo, escritor de livros cristãos, escreve desde os 17 anos. Em 24 de abril de 2016 juntou-se a plataforma wattpad.  Neto tem 3 obras publicadas na plataforma, entre elas eu incrível romance cristão "Quer Que Eu Faça Um Café?" que contém mais de mil leituras na plataforma.
Perfil do escritor no wattpad:https://www.wattpad.com/user/netolidio

-Qual foi a primeira coisa que escreveu? (pode nos dar uma amostra?)
R= A primeira coisa que escrevi foi um livro baseado em fatos reais. Mas precisamente sobre um namoro que eu tive. E era interessante porque acontecia as coisas em durante o dia e eu escrevia tudo a noite.
Não tenho como dar uma amostra porque dei o livro, todo escruto em um caderno, para a pessoa que eu namorava.

 -Qual sua relação com os livros, digo como leitora?
R=leitor.. Rsrs… Normalmente eu costumo meio que devorar os livros… Sou meio do tipo que não paro enquanto não termino sabe… Rsrsrs

-Sua maior dificuldade como escritora(o)?
R= descrição… Nossa tenho uma dificuldade enorme em descrever as coisas sabe… Rsrsrs.. To trabalhando nisso..

-Sua família sabe que escreve? (Todo mundo quer saber essa parte ha ha)
R= alguns sim…

-Ja pensou em desistir de escrever?
R= várias vezes… As vezes vejo que escritor aqui no Brasil, não é muito apreciado.. Bate desânimo… Se não fosse o amor pela escrita, já tinha desistido.

-O que você acha que é preciso pra ser um bom escritor(a)?
R= uma boa pesquisa. Uma Boa escrita. E carisma. Rsrsrs.. Sei lá…

-Na sua opinião, qual a principal função do escritor(a)?
R= principal? Bom, não sei se tem uma principal. Mas acredito que ele deve escrever aquilo que ele gosta, e acima de tudo confiar no que escreve.

-Qual foi o momento em sua vida que você disse "isso está muito bom! Quero que todos vejam"?
R= cara as ideias fluem de um jeito esquisito na cabeça. E na maioria das vezes eles já vem com aquela luz de que todos precisam ver isso. Rsrsrsrs.. Apesar de nem tudo ser tão bom assim.

-O que você sente enquanto escreve?
R= amor… Palavra certa é amor… Acredito que por ser inspirado pelo Espírito Santo do Senhor (sim, sou evangélico hehe) as palavras saem com amor...

-O Que você acha de seus leitores?
R= cara, eles são massa. Kkkk. Ta parei.. Mas eles são a parte fundamental de tudo. Aliás sem leitores, e o mes.o que não ter livros. ou não adiantaria ter os livros né… Por isso obrigado a vada leitor aue tem acompanhado meus trabalhos, e os que ainda vão acompanhar, sejam bem vindos. Hehe..

-O que você de hoje, diria a você de antes?
R= Coragem menino. Coragem. Você consegue.
Antes eu tinha receio de muitas coisas…

-Se você pudesse ser um personagem do seu livro, qual seria?
R= ah! Eu seria o Guto  de “Quer Que Eu Faça Um Café” sou super atrapalhado, romântico, tímido. Rsrsrs

-Você inspirou-se em alguém para escrever um de seus personagens? um possível amor talvez?
R= Sim… Tem uma que sim. Mas não posso citar não se não da processo. kkkkkk

-O que e mais difícil escrever o primeiro capitulo ou o ultimo ?
R= o último. É tão difícil encerrar um livro. Da uma saudade. Rsrs

-De onde tirou inspiração para o titulo?
R= Ah!! Quer Que Eu Faça Um Café eu tirei de uma música do Luan Santana..

-Qual personagem do livro você gostaria de trazer a realidade?
R= Mackenzie de Conhecendo a Deus. Um exemplo de fé e confiança no Senhor.

-Se o seu livro fosse adaptado par as telonas do cinema, quais atores e atrizes gostaria que desse vida a seus personagens?
R= nossa cara… Sei lá sabe… Eu coloquei um elenco em QQEFUC sabe… Ficaria feliz se fosse eles os atores, apesar que a Beca e a Lupi não são artista, são duas amigas que coloquei como personagem. Rsrs..

-Qual sensação de publicar um livro?
R= um tanto desafiadora… Vc fica naquela “será que vai dar certo?” “Será que isso vai ser bom?” “Será que isso agrada?” entende!?

-Em qual editora você quer publicar o seu livro? Você já tem isso em mente?
R= nossas são várias rsrs.. Mas só a conquista de publicar em uma editora seria o máximo. Hehe..

-Vai dedicar /Ou dedicou seu livro a alguém?
R= sempre dedico primeiramente a Deus, afinal ele é a fonte de inspiração de tudo…

-O que você tem achado mais difícil desde que começou a postar seu livro?
R= Olha. O mais difícil é a rotina sabe… Fica meio corrido tudo, as vezes nem da tempo de postar os capítulos…

-Qual a pior e melhor critica que seu livro recebeu?
R= a pior eu não lembro… sério. Acho que se a crítica não for construtiva, nem adianta dar tanta atenção…
Sim.. Amo críticas. Mas tem gente que crítica por maldade e não para seu crescimento. Quando isso ocorre, prefiro não ligar muito.

Agora a melhor, nossa é difícil… Mas tenho três leitoras muito fiel que vivem criticando de uma maneira fofa e carinhosa, e que me ajuda a evoluir. Um abraço para a Patrícia Fialho, Ana Gotijo e Maria Abreu. Essas são meus tesouros. Hehe..

-Acha blogs literários importantes? Qual é a sua visão em relação a eles?
R= Super… Eles ajudam em tudo na vida de um escritor e de um leitor também. Afinal, são eles que ajudam na divulgação dos livros quando os mesmo falam sobre a obra. Isso cria de certa forma uma ajuda ao escritor, porque causa certo interesse no leitor, ainda mais se o leitor não conhece aquela obra. Logo procura para ler..
Eu sou assim. Hehe..

-Sua opinião sobre a rixa que dizem ter entre escritores e blogueiros?
R=Olha.. De verdade!!? Ainda não ouvi falar não dessa rixa viu… Mas acho besteira sabe… Como dito antes, acho que os blogueiros de certa firma ajudam os escritores. Basta achar o blogueiro certo. Rsrsrs..

-Como conheceu o blog "Amante dos Livros"?
R= Essa é fácil. Grupo do Wattpad no facebook. Vi a postagem do perfil com uma resenha e logo corri no blog pra ler. Gostei do blog e agora acompanho sempre.

-Bom para mim e uma honra tê-lo(a) aqui, e o que você espera dessa nossa parceria?
R= A honra é minha…
Que seja a melhor. Que Deus abençoe a cada dia, não só a nossa, mas a de todos os autores. Tanto com o “Amante dos Livros” quanto com outros blogs. Acho que se respeitando conseguimos ir longe. Hehe..


-O mercado literário e um pouco difícil, vários gostos e opiniões, desejos diferentes. E um ponto que atualmente e muito debatido e sobre a representatividade. Qual a sua opinião sobre a "representatividade"?
R=Acredito que você tem quer fiel aquilo que você escreve. E escrever o que gosta não o que querem que você escreva. Vejo autores trocarem seus gêneros não porque gostam do gênero atual, ou porque quiseram trocar, mas sim porque alguém buzinou tanto que a representatividade não era recíproca, que melhor era mudar o gênero.
Mas se eu não defendo ou não represento o que gosto, onde se encaixaria a “representatividade”? Afinal representatividade é o ato de representar ou defender uma opinião, ou um pensamento, até mesmo algo. Ou não!!??

-Uma mensagem para os leitores/escritores que estão cada dia entrando nesse meio, e deseja ter seu livro publicado, qual seu conselho a eles?
R= Aos leitores digo que mergulhem de verdade nos livros, extraiam deles o máximo de experiências, de aprendizado, de edificante. Procurem sempre entender o que aquele o autor quer transmitir através do livro, pois todo livro carrega uma mensagem.
Aos escritores, digo que não tenham medo, não desanimem. Força, foco e fé. Acreditem em si mesmo, confiem em Deus, e acima de tudo façam por amor. Pois a Bíblia diz no livro de Coríntios 13 que “O amor tudo crer, tudo supera, tudo suportar.” escrevam por amor, não se apressem, no tempo certo as coisas vão acontecer (Eclesiastes 3).

Nenhum comentário:

Postar um comentário