26 dezembro 2018

"Nove Meses Depois "—Resenha


Olá amadinhos! Tudo bem com vocês? Desejo que sim. Falta pouco para a nossa maratona de resenhas acabar. E um dos livros dessa maratona é Nove meses Depois da maravilhosa autora Thais Oliveira, um romance arrebatador, me conquistou de uma maneira incrível, eu me apaixonei pela escrita da Thais tão precisa, leve e tão cheia de sentimentos, ela consegue se expressar  de uma forma tão sensacional,transmitindo todas as emoções dos personagens.










Nove meses Depois é fascinante, apaixonante, onde eu me emocionei, vibrei, lutei junto com cada personagem, é incrível como a autora desenvolveu personagens tão fortes, tão marcantes.




Eu amo a personagem Íris, ela é tão intensa, verdadeira e sincera, vira e mexe eu me via aqui e ali na personalidade dela, uma menina que muitas vezes virava mulher, cheia de altos e baixos, mas tão corajosa e guerreira.



A construção dessa historia é simplesmente impecavel, vigorosa e surpreendente.Esse livro fala de um romance puro, verdadeiro, fala de encontro de duas almas quebradas, duas almas abaladas pela vida, o amor que nasce no decorrer do livro nos dar a certeza de que o amor é poderoso o suficiente para que vidas sejam salvas junto com a esperança e fé, com o acreditar.



O romance desse livro é a coisas mais linda e dificil de se ler, a angustia, a dor, os desafios e as barreiras quebradas, a confiança, o companheirismo e o amor, tudo isso misturado e sendo conquistado gradativamente, cada dia um novo passo, cada dia uma maneira de descobrir uma nova forma de amar o outro e si amar.


A forma que ela fez tudo se encaixar,  o modo que a fantasia desse livro foi desenvolvida, a forma que os acontecimentos do livro, as pequenas coisas tem ligações com determinadas partes mais adiantes da historia , como eu fui surpreendida. Uma obra arrebatadora que superou qualquer expectativa que eu tinha no inicio da leitura. Me deixou com aquele gostinho de quero mais, de preciso saber mais.


Com um pano de fundo, que é o romance vi duas pessoas tão distintas e iguais ao mesmo tempo, se conectar, se envolver de uma forma tão bem trabalhada, a ligação que os personagens desenvolveu, a forma que o romance foi construído, com a delicadeza e cuidado da autora. Esse livro me tirou suspiros e emoções absurdas.


Além de uma narrativa bem construída a obra também trás uma variedade de emoções, ela consegue passar sensibilidade em sua narrativa e escrita, ela mostra o lado da verdade de uma maneira tão delicada e tão fascinante, cada capitulo foi mais real que o outro, eu me vi ali literalmente presenciando tudo em minha frente, vi como um instante pode mudar tudo na vida de uma pessoa, vi a virada do destino, vi a vida mostrando que muitas vezes não precisamos de explicação para aquilo.


Dois personagens com personalidades diferentes, jeitos diferentes, com vidas e convicções diferentes, mas tudo isso é deixado de lado, quando uma terceira pessoa surge em suas vidas e modifica tudo.


No decorrer do da leitura vemos o amadurecimento de ambos, vemos como os conflitos são deixados de lado por um bem maior, e vemos a atração louca se transformar em um sentimento tão intenso e puro, tão verdadeiro, que chegamos a nós questionar se ele não sempre esteve ali, adormecido só esperando o momento certo de acordar. Vemos novas pessoas nascer, vemos duas vidas distintas serem perfeitamente encaixadas, trazendo uma realidade muito melhor que qualquer conto de fadas.



O final foi simplesmente magnifico, autentico, me sentir completamente envolvida por uma obra que fala sobre  laços de amor, de bondade e doação, sim doação e entrega para o destino traçado pela vida. Eu já não tenho mais palavras para descrever as sensações sentidas, simplesmente mexeu com minhas estruturas, onde minha razão e emoção se tornaram uma só, e tão dificil de explicar o poder desse livro.


Lembro de quando eu terminei a leitura eu pensei comigo mesma "é esse tipo de sentimento que desejo encontrar na vida", lembro que eu suspirei e chorei—muito diga-se de passagem rs— sentir meu peito se aquecer, pois sabia— e sei— que essa leitura jamais será esquecida por mim, e quando eu começar a desacreditar no destino, lembrarei desses personagens e dessa escritora, lembrarei o porque eu não deva descrer, porque o destino nunca erra, ele sempre tem um proposito maior. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário